Google+ Edital de Concurso Público: Anulação Concurso PRF Agente Administrativo 2014 - Informações

Anulação Concurso PRF Agente Administrativo 2014 - Informações

Diante das irregularidades constatadas na aplicação das provas objetivas, no domingo, 25/05/2014, do concurso público para o cargo de Agente Administrativo da Polícia Rodoviária Federal, é provável que a prova seja anulada e refeita futuramente, provavelmente como a mesma organizadora, a Funcab.
O motivo para a anulação do concurso foi o sumiço de aproximadamente 575 provas que seriam aplicadas no Colégio Dom Bosco, situado na região central de Campo Grande - MS. Os candidatos foram avisados que o início da aplicação das provas sofreria um atraso, o que culminou em tumulto generalizado, impossibilitando a realização do exame no local. 
A Funcab publicou nota em seu site informando  "que a divulgação do gabarito do Concurso Público da Polícia Rodoviária Federal, não será realizada na data de hoje por solicitação da Comissão Nacional do Concurso para Agente Administrativo PRF-2014.
Cordialmente,
Coordenação de Concursos FUNCAB.
27/05/2014, 21h15min"
Por enquanto, o concurso foi apenas suspenso, conforme comunicado postado no perfil oficial da PRF no Facebook, nos seguintes termos:
"PRF INFORMA:
Nesta terça-feira ( 27/05), a Fundação Professor Carlos Augusto Bittencourt (FUNCAB) protocolou junto à Polícia Rodoviária Federal documentos com informações sobre incidente ocorrido em Campo Grande/MS durante aplicação de provas objetivas do concurso para agente administrativo da PRF.
Estes documentos estão sob análise conjunta da Polícia Rodoviária Federal e Consultoria Jurídica do Ministério da Justiça e em razão disso todas as outras etapas previstas no edital do concurso estão suspensas até que se tenha posicionamento definitivo."

A prova deve ser anulada? Deixe a sua opinião abaixo.

Preencha seu e-mail e receba informações sobre concursos:



Um comentário:

Anônimo disse...

Eu entendo que se deve investigar para onde foram essas provas: se foi atraso na entrega ou desvio de conduta onde se beneficiou alguém. Mas em respeito aos demais concurseiro de outros estados. Se deveria cancelar somente as provas da região a qual ocorreu o sumiço dessas provas. E investigar se essas provas não foram extraviadas