google.com, pub-4936084282686437, DIRECT, f08c47fec0942fa0 Google+ Edital de Concurso Público: Gabarito Concurso Soldado e Oficial PM-AL 2012: publicação site do CESPE em 2/10

Gabarito Concurso Soldado e Oficial PM-AL 2012: publicação site do CESPE em 2/10

Leia também: Resultado Concurso Soldado e Oficial PM-AL 2012 no final de outubro

Os gabaritos oficiais preliminares da prova objetiva da Polícia Militar de Alagoas PM-AL serão divulgados na Internet, no endereço eletrônico http://www.cespe.unb.br/concursos/PM_AL_12/, a partir das 19 horas da data provável de 2 de outubro de 2012, terça-feira, observado o horário oficial de Brasília/DF.
O concurso público visa o preenchimento de 40 vagas para o Curso de Formação de Oficiais Combatentes e formação de cadastro reserva; e para preenchimento de 1.000 vagas para o cargo de Soldado Combatente e formação de cadastro reserva, dos quadros da Policia Militar do Estado de Alagoas (PMAL).
O certame registrou cerca de 71 mil inscritos.
O certame contará com seguintes fases:
a) prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório;
b) prova discursiva, de caráter eliminatório e classificatório;
c) teste de aptidão física, de caráter eliminatório;
d) avaliação médica das condições de saúde e psicológica, de caráter eliminatório;
e) apresentação e comprovação documental, de caráter eliminatório;
f) investigação social, de caráter eliminatório.
Como estava a prova? Bem elaborada? E a organização? Impecável? Alguma irregularidade? Deixe a sua opinião abaixo.



4 comentários:

JeanneRocha disse...

Adorei a prova,achei bem alaborada e de conteúdo bem leve em relação a outros concursos. A cesp/UNB está de parabéns em relação a organização e elaboração.

Anônimo disse...

A cesp/UNB está de parabéns em relação a organização e elaboração.

Luana disse...

amei a prova tava otima , bem organizada e com questoes bem elaboradas .

Yasmin Variedades disse...

JOSEMBERG
Venho informar ao Ilustre amigo, e solicitar que faça esta denúncia no ar por que o cidadão Nordestino já não suporta mas esta falta de respeito com o direito de cada cidadão deste estado, venho informar que os concurso da PM dos estado de Pernambuco, Bahia, Ceara, Alagoas, e fraude direto varias pessoas estuda dia e noite para fazer um concurso, e quando chega lar as vagas já estão garantida para aqueles que pagarão 5.000 ou 10.000 pelo gabarito, venho informar que no mês de setembro deste correte ano no estado de Alagoas o envelope da prova estava rasurado e quando os alunos virão o envelope com o lacre rasurado começarão a filmar aquela situação, e foi ai que a equipe trouxe outro envelope com o nome prova reservas e todos aqueles que prestarão o concurso ficarão sem saber por que eles trás prova reservas, quem garante que aqueles envelopes que contem as provas reservas de todos os candidatos não são entregue as equipe que mota estes fraude, sabe por que o envelope que contem as provas são entregue na sala aos candidatos , mas os outro envelopes que contem as provas reservas não são entregue aos candidatos, e é ai que tá o vazamento do gabarito da provas, venho informar e mostra que a JUSTIÇA BRASILEIRA precisa ACORDAR saber por que.
Em um dos prédios em que a prova foi aplicada, um homem que esta preso desde 17 de maio deste ano, acusado por sequestrar e assassinar duas adolescentes prestou o concurso. Rafael Lima de Oliveira conseguiu na justiça o direito de concorrer à vaga de OFICIAL COMBATENTE DA PM.
Ai eu pergunto Datena pra que serve a Justiça Brasileira. Falando a verdade e mostrado este caso não serve para nada. JUSTIÇA NESTE BRASIL SÓ TEM PRA POBRE E, MAS NADA.

Mais de 30 mil pessoas realizaram, o tão esperado concurso da Polícia Militar de Alagoas. Mas pelo menos um incidente foi registrado pela manhã, aproximadamente 30 candidatos que deveriam fazer a prova na Faculdade de Tecnologia de Alagoas (FAT), na Serraria, registraram Boletim de Ocorrência (BO) na Central de Polícia, no Prado. Isso porque segundo eles, o lacre do pacote de provas, que seria aplicadas na sala 227, bloco A, estava violado.
Segundo os candidatos, o fiscal da sala, teria por conta própria, dado um prazo maior de tolerância, iniciando a prova com 25 minutos de atraso do horário previsto, que seria às 8h. Os candidatos também denunciaram que houve intimidação por parte do coordenador geral do concurso, para que os candidatos, boa parte vindos de Sergipe, Pernambuco e Rio de Janeiro, fizessem a prova, mesmo com o lacre violado.
Acorda brasil.
Quando a Justiça começar a anular os concurso e obrigar as empresas a fazer novamente ai eles não vão querer, mas vender o gabarito por que sabe que a justiça vai anular e eles vão ter quer gastar novamente na realização de uma nova prova, e ai que pode diminuir este vazamento dos gabaritos.
Estou mandato este texto para você por que sei da competência que o ilustre apresentador tem e sou um telespectador do seu programa. Mas para o Justiça tomar uma providência e anular estes concursos é preciso que as mídia faça este anúncios e chame a atenção da Justiça Alagoana.espero que você fale no ar para que a Justiça de Alagoas possa anular este concurso que foi uma vergonha e uma falta de respeito pelo direito do cidadão.
Belém do São Francisco-PE.