google.com, pub-4936084282686437, DIRECT, f08c47fec0942fa0 Google+ Edital de Concurso Público: Veja o cronograma de concurso no Amapá em 2009 e 2010

Veja o cronograma de concurso no Amapá em 2009 e 2010

Serão disponibilizadas 378 vagas para o setor econômico, para Infraestrutura serão 66 vagas e 20 vagas para Analista de Tecnologia da Informação do Grupo Gestão
O governador Waldez Góes lançou o cronograma de concursos públicos para o quadro efetivo do Estado do Amapá para o biênio 2009/2010, na tarde do último dia 10 de junho, no Salão Nobre do Palácio do Setentrião. Na oportunidade, Waldez assinou também decretos autorizando a realização de concursos públicos para cargos nas áreas de gestão, infraestrutura e economia.
Serão disponibilizadas 378 vagas para o setor econômico, para Infraestrutura serão 66 vagas e 20 vagas para Analista de Tecnologia da Informação do Grupo de Gestão Governamental do Governo do Estado. Os editais para abertura de inscrições dos concursos serão publicados até 30 de junho.
O calendário prevê a publicação dos editais de abertura de inscrições para estas três áreas, até o final deste mês. Para julho devem ser publicados os editais para vagas nas áreas de educação e segurança pública (Bombeiros e Polícia Civil).
Em agosto será contemplada a área de Desenvolvimento Social. Saúde e Receita Estadual devem ter editais publicados no mês de setembro. Em outubro, sai o edital para defensores públicos e para o quadro técnico da Universidade do Estado do Amapá. Novembro é vez do concurso para o quadro docente da UEAP e também para o Instituto de Administração Penitenciária do Amapá.
Os concursos anunciados fazem parte da estratégia de organização institucional do Executivo. Para o secretário especial de Desenvolvimento da Gestão, Joel Rodrigues, durante muito tempo o quadro de pessoal do Estado necessitava de uma adaptação a nova realidade econômica do Amapá. “Desde que o governador assumiu a gente vem fazendo um trabalho muito forte no sentido de reestruturar e reorganizar as carreiras do Estado e prover essas vagas em caráter efetivo. Áreas como Gestão Ambiental, Ordenamento Territorial, Ciência e Tecnologia, que demandam profissionais especializados, foram priorizadas para atender as diretrizes de desenvolvimento econômico com responsabilidade ambiental. De 2003 até agora foram 19 concursos públicos realizados, com mais de 6 mil servidores efetivados”.
Durante a solenidade o governador falou da importância do momento para o Estado do Amapá. Segundo ele, a realização de concursos públicos para o quadro efetivo do Estado é um dever de casa que não foi feito por gestores passados. “Tive que resolver os problemas deixados por gestores passados, como os 992, os servidores do antigo Ipesap, do extinto Banap e os 1.050. E ainda preparar e aparelhar a máquina administrativa para planejar e executar políticas públicas para a sociedade, daí o esforço em realizar os concursos com responsabilidade”, enfatizou.
Confira as disponíveis por setores:
Setor Econômico: Analista de Meio Ambiente, Analista em Ciência, Tecnologia e Inovação, Especialista em Geoprocessamento e Ordenamento Territorial, Auditor de
Concessão e Outorga Florestal, Fiscal Agropecuário, Agente de Fiscalização
Agropecuária, Extensionista Agropecuário, Extensionista Florestal, Extensionista em Pesca e Aquicultura , Extensionista Social e Técnico em Extensão Rural.
Gestão: Analista de Tecnologia da Informação
Infraestrutura: Gestor de Infraestrutura, Analista em Infraestrutura, Tecnólogo em
Infraestrutura e Técnico em Infraestrutura.
Polícia Técnico-Científica: Médico Legista
Saúde: áreas técnica e administrativa
Educação: Professor Classe C, Especialista em Educação e Auxiliar Educacional
Universidade do Estado do Amapá: Quadro docente (professor) e Quadro Técnico-Administrativo (Técnico em Comunicação, Biblioteconomista, Analista de Sistemas, Técnico em Infraestrutura, Técnico de Apoio Pedagógico, Agente Administrativo, Assistente de Ensino e Pesquisa, Técnico de Laboratório, Motorista de Veículos Terrestres, Técnico em Informática e Técnico em Eletrotécnica)
Defensoria Pública: Defensor Público 2ª classe
Segurança Pública: Delegado de Polícia Civil
Secretaria da Receita Estadual : Auditor da Receita Estadual, Fiscal
da Receita Estadual
Instituto de Administração Penitenciária: Educador Penitenciário I, Educador
Penitenciário II e Agente Penitenciário.
Fonte: ASCOM/GEA



Nenhum comentário: